Blog

ICMS-ST também não integra a base de PIS e COFINS

Tempo de leitura: 2 minutos

De acordo com o entendimento do juiz Ricardo Nüske, da 13ª Vara Federal de Porto Alegre, o ICMS-ST não integra o patrimônio do contribuinte e por isso não pode ser incluído na base do PIS e da COFINS.

Já explicamos anteriormente em detalhes o ICMS-ST, onde a responsabilidade de recolhimento do imposto devido é de quem vende a mercadoria e também sobre PIS e COFINS, impostos federais. Clique nos links destacados para ter um entendimento melhor sobre cada tributo.

O juiz realizou essa determinação baseado na decisão do Supremo Tribunal Federal de retirar o ICMS da base de cálculo das contribuições sociais federais. De acordo com a decisão tomada no Recurso Extraordinário 574.706, as contribuições incidem sobre faturamento das empresas, e o valor recebido como ICMS é apenas o repasse do tributo e não compõe o patrimônio da empresa.

“O valor repassado pelo substituído ao substituto a título de ICMS-ST não consubstancia custo de aquisição da mercadoria, senão repercussão jurídica e econômica do valor pago antecipadamente pelo substituto, que é devido e calculado em função de operação futura, a ser praticada pelo substituído, ou seja, pelo próprio adquirente. Portanto, o ICMS-ST deve ser excluído da base de cálculo do PIS e da Cofins” – afirmou Ricardo Nüske.

Sem compensação

A empresa autora do mandado de segurança também havia pedido compensação tributária dos pagamentos indevidos de PIS e COFINS sobre o ICMS-ST, com acréscimo da taxa Selic.

Esse pedido porém foi indeferido pelo juiz. Segundo sua decisão, a 1ª Turma do TRF-4, em julgado recente sobre a matéria, firmou entendimento no sentido de que à compensação dos tributos recolhidos a maior, só pode ser admitida após o trânsito em julgado. De acordo com o artigo 170-A do Código Tributário Nacional.

Veja aqui a decisão completa do juiz Ricardo Nüske sobre a exclusão do ICMS-ST da base do PIS e da COFINS.

Compartilhe
Avatar
Sobre o autor

Thiago Souza

Deixe uma resposta

Posts relacionados

IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados
IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados

Descubra a principais informações sobre o IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados.

Qual o custo de um caminhão parado em uma barreira fiscal?
Qual o custo de um caminhão parado em uma barreira fiscal?

Um caminhão parado em uma barreira fiscal gera vários custos extras para uma organização. Entenda como avaliar essas despesas.

Distrito Federal estabelece calendário de obrigatoriedade para a NFC-e
Distrito Federal estabelece calendário de obrigatoriedade para a NFC-e

O Distrito Federal publicou na última sexta-feira (24/10/2014) a Portaria 234/2014, estabelecendo as regras para a utilização da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica e também o seu cronograma de obrigatoriedade: 1º de janeiro de 2016 – Contribuintes em início de atividade, exceto os optantes pelo Simples Nacional 1º de julho de 2016 – Contribuintes optantes […]

Escritórios