Blog

Como gerenciar DT-e de forma simples?

Tempo de leitura: 3 minutos

Descobrir como gerenciar DT-e de forma simples está entre os objetivos de qualquer gerente fiscal. Afinal, acompanhar as comunicações da Prefeitura, Secretaria de Fazenda Estadual e Federal é uma rotina que demanda tempo e está suscetível a falhas.

Apesar de ter sido criada para facilitar a comunicação entre o governo e o contribuinte, o DT-e ainda apresenta desafios para as empresas brasileiras. A partir do credenciamento do contribuinte no sistema, os prazos processuais começam a correr a partir do envio da intimação em formato digital – exigindo que a empresa esteja sempre alerta. Além disso, precisamos considerar que são várias caixas postais para acompanhar.

A boa notícia é que é possível contornar essas dificuldades com o uso da tecnologia. Confira a seguir como gerenciar DT-e de forma simples!

dte

O que é o DT-e?

O Domicílio Tributário Eletrônico (DT-e) é uma plataforma criada pelo governo para servir como canal principal de comunicação entre o contribuinte e as mensagens e cobranças oficiais do governo.

Na prática, o Domicílio Tributário Eletrônico é uma caixa postal disponibilizada em formato digital em que são postadas e armazenadas as correspondências de caráter oficial destinados ao contribuinte. A previsão legal para o DT-e está no Decreto 70.235/72, que trata sobre o processo administrativo fiscal.

A intimação realizada através do DT-e pode ser realizada pelas Prefeituras, Secretarias de Fazenda Estaduais e Federal. Para garantir o sigilo, a identificação, a autenticidade e a integridade das comunicações, o acesso à caixa postal eletrônica é permitida apenas para usuários autorizados e portadores de certificação digital.

Benefícios do DT-e

A adesão ao Domicílio Tributário Eletrônico gera alguns benefícios para as empresas brasileiras:

  • Acesso a vários serviços que antes exigiam o deslocamento até a repartição pública;
  • Redução no tempo gasto com trâmite de processos administrativos digitais;
  • Economia e celeridade processual;
  • Segurança contra extravio de correspondência;
  • Garantia do sigilo fiscal.

Porém, também é preciso ter atenção com dois pontos importantes em relação ao DT-e:

  • Várias caixas postais para acompanhar. A intimação realizada por meio do DT-e pode ser realizada pelas Prefeituras, Secretarias de Fazenda Estaduais e Federal. Porém, cada uma das esferas usa uma plataforma diferente para comunicação. Portanto, é preciso ficar de olho em diversos portais diferentes.
  • Presunção de conhecimento dos fatos. Após o credenciamento do contribuinte no sistema, os prazos processuais começam a correr a partir do envio da intimação em formato digital – mesmo que o contribuinte não acesse a mensagem e não tenha conhecimento sobre o seu conteúdo. Por isso, é preciso ficar muito atento para não perder os prazos recursais por conta dessa presunção de conhecimento dos fatos.
caixa postal fiscal
Negócio foto criado por dashu83 – br.freepik.com

Como gerenciar DT-e com praticidade?

A variedade de caixas postais para acompanhar e a presunção de conhecimento dos fatos fazem com que as empresas deem uma atenção especial para o gerenciamento do DT-e. Principalmente para quem tem muitos domicílios, estar atualizado com todas as notificações do governo é trabalhoso.

Então, como gerenciar DT-e com praticidade?

A resposta está no uso da tecnologia adequada. O DOOLivery Caixa Postal Fiscal é uma solução de automação de Domicílio Tributário Eletrônico que permite que sua empresa gerencie diversos DT-e com organização, agilidade e segurança.

Com a Caixa Postal Fiscal da Dootax você consegue centralizar todos Domicílios Tributários e simplificar o acesso às informações relevantes entre o Fisco e sua empresa.

Tranquilidade

  • Nunca mais perca um prazo do governo
  • Deixe os robôs trabalharem por você
  • Concentre-se nas tarefas que realmente importam

Agilidade

  • Acesse seus documentos em um só lugar
  • Gerencie os DT-e da empresa em tempo recorde
  • Economize seu tempo para tarefas mais importantes

Redução de custos

  • Tenha menos funcionários realizando tarefas repetitivas
  • Economize e reduza o custo homem-hora (FTE)
  • Evite erros manuais e o desperdício de dinheiro que eles causam

Você já sabia como gerenciar DT-e de forma simples? Quer conhecer melhor as funcionalidades do DOOLivery Caixa Postal Fiscal? Então visite nossa página ou entre em contato com a nossa equipe!

Compartilhe
Avatar
Sobre o autor

Carlos Lima

Deixe uma resposta

Posts relacionados

LGPD – Lei Geral de Proteção aos Dados
LGPD – Lei Geral de Proteção aos Dados

Confira quais são as novidades trazidas pela LGPD – Lei Geral de Proteção aos Dados e como a sua empresa pode se adaptar às exigências.

Veja como foi o Tax Trends 21
Veja como foi o Tax Trends 21

Fique por dentro das tendências para a área fiscal com o Tax Trends 21. Veja as lives e baixe nossa pesquisa exclusiva.

Prejuízos de um caminhão parado em posto fiscal
Prejuízos de um caminhão parado em posto fiscal

Ter um veículo barrado em um posto fiscal pode causar sérios prejuízos para sua empresa. Saiba como evitar o problema neste artigo.