Blog

O que é escrituração contábil?

Tempo de leitura: 3 minutos

Você já ouviu falar sobre a escrituração contábil? Esse termo é um velho conhecido de empresários e profissionais da contabilidade. E isso acontece principalmente porque a escrituração contábil é uma exigência imposta pelo poder público para as pessoas jurídicas brasileiras.

Porém, o que muitos não sabem é que a escrituração contábil também gera diversos benefícios. A imposição da obrigação faz com que muitos profissionais enxerguem somente o lado negativo dessa rotina, mas estamos falando de um conhecimento que já ajudou a manter o controle da riqueza de reis, faraós e mercadores ao longo da história.

Quer entender melhor o que é escrituração contábil e os seus impactos para a sua organização? Então confira ao longo deste artigo.

O que é escrituração contábil?

A escrituração contábil é uma técnica de controle patrimonial baseado no registro cronológico de todos os fatos contábeis que ocorrem em uma organização. O objetivo por trás dessa técnica é permitir que uma empresa possa controlar o seu patrimônio da melhor forma possível – auxiliando na gestão do negócio.

Grande parte das pessoas conhecem a escrituração contábil somente pela exigência imposta pelo Fisco. Entretanto, estamos falando sobre uma das técnicas mais antiga do mundo dos negócios. Civilizações muito antigas já utilizam a escrituração contábil como forma de controlar riquezas e patrimônios.

A escrituração contábil como conhecemos hoje teve origem em 1494 com um frei franciscano chamado Luca Pacioli. Foi ele quem criou o método das partidas dobradas, que prevê o sistema básico para o lançamento contábil: o valor total nas contas a débito deve ser igual ao total lançado nas contas a crédito.

Na prática, cada operação realizada pela sua empresa gera um impacto patrimonial que deve ser registrado – seja uma compra, venda, empréstimo ou recebimento de cliente. E é justamente com base nos registros desses lançamentos que é realizada toda a gestão patrimonial.

O que é Escrituração Contábil?
Photo by Helloquence on Unsplash

Quem é obrigado fazer?

A obrigatoriedade da escrituração contábil está expressa na legislação brasileira, por intermédio do Código Comercial, da Lei das Sociedades por Ações, da Legislação Tributária e das Normas Brasileiras de Contabilidade.

Com base nessas normas, a escrituração contábil é obrigatória para todas as pessoas jurídicas do Brasil – incluindo empresas de micro e pequeno porte, optantes ou não pelo Simples Nacional. A única exceção fica por conta da figura do Microempreendedor Individual (MEI), que está dispensado dessa obrigatoriedade.

Importância e benefícios da escrituração contábil

Podemos compreender a importância e benefícios da escrituração contábil analisando alguns pontos principais. Veja quais são eles:

Relatórios contábeis

A escrituração contábil é a base para emissão dos principais relatórios contábeis. Balanço patrimonial, balancetes, demonstração de resultados e fluxo de caixa são ótimos exemplos de relatórios contábeis que dependem dos lançamentos de todas as movimentações.

Gestão empresarial

As empresas que possuem uma escrituração feita da forma correta ficam livres de surpresas sobre a real situação financeira e patrimonial da empresa. Trata-se de uma ótima fonte de informação para auxiliar na tomada de decisão e permitir que a empresa alcance seus planos em longo prazo.

Além disso, os dados da escrituração contábil podem ser usadas de diversas maneiras para gerar ainda mais informações relevantes. É possível analisar o nível de endividamento, monitorar a evolução dos resultados alcançados, fazer um planejamento tributário, definir indicadores de desempenho, estruturar um fluxo de caixa, entre diversas outras estratégias.

Auxílio em casos judiciais

As informações da escrituração contábil também podem ser usadas em casos judiciais como prova em juízo de fatos que dependam de perícia contábil. Ou seja, a sua empresa pode se beneficiar das informações registradas em diversas situações judiciais – como processos de contestação de reclamatórias trabalhistas, recuperação judicial, fraudes ou disputas societárias.

O que é escrituração contábil?
Designed by katemangostar / Freepik

Compliance fiscal

Por fim, é importante relembrar que a escrituração contábil é obrigatória para todas as pessoas jurídicas brasileiras. Portanto, o registro de todos os lançamentos contábeis conforme as normas previstas na legislação é necessário para que uma empresa mantenha o compliance fiscal.

Você já sabia o que é escrituração contábil? Como a sua empresa lida com as exigências tributárias? Com as soluções da Dootax você pode simplificar o recolhimento de tributos e viabilizar o compliance fiscal. Conheça mais sobre os recursos da Dootax em nossa página.

Compartilhe
Avatar
Sobre o autor

Thiago Souza

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Distrito Federal estabelece calendário de obrigatoriedade para a NFC-e
Distrito Federal estabelece calendário de obrigatoriedade para a NFC-e

O Distrito Federal publicou na última sexta-feira (24/10/2014) a Portaria 234/2014, estabelecendo as regras para a utilização da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica e também o seu cronograma de obrigatoriedade: 1º de janeiro de 2016 – Contribuintes em início de atividade, exceto os optantes pelo Simples Nacional 1º de julho de 2016 – Contribuintes optantes […]

O que é GDPR?
O que é GDPR?

Nos últimos meses você recebeu diversos emails informando a mudança na política de privacidade devido ao GDRP. Mas afinal o que é GDPR? Descubra aqui!

Entendendo a Substituição Tributária
Entendendo a Substituição Tributária

Afinal, o que é Substituição Tributária e quando ela se aplica? Neste artigo, você vai entender como funciona essa forma de contribuição.

Escritórios