Blog

Outsourcing: compensa investir em terceirização?

Tempo de leitura: 4 minutos

Na busca por reduzir custos administrativos e diminuir a complexidade das operações, muitas organizações brasileiras buscam o outsourcing. Trata-se da prática de terceirização de algumas das atividades da empresa com profissionais externos – reduzindo a necessidade das operações internas.

Essa é uma tendência que vem crescendo principalmente por conta das facilidades proporcionadas pela tecnologia. É cada vez maior o número de atividades que podem ser feitas à distância com base no uso de soluções digitais – incluindo marketing, vendas, atendimento ao cliente, gestão financeira, RH, contabilidade, rotinas fiscais, entre outras.

Mas será que realmente compensa investir em outsourcing no seu negócio? Descubra ao longo deste artigo.

Outsourcing
People photo created by freepik – www.freepik.com

O que é outsourcing?

O outsourcing é o nome dado à prática de contratação de uma empresa diferente para complementar seus serviços a um custo menor.

Por exemplo, uma organização pode terceirizar seu departamento de marketing para outra empresa. Nesse caso, em vez de contratar uma equipe interna, todas as ações de marketing ficariam sob responsabilidade da empresa contratada. Da mesma forma, um fabricante de automóveis pode comprar autopeças de outra empresa e usá-las para fabricar seus próprios carros.

As empresas exploram o outsourcing para reduzir seus custos e, assim, diminuir os preços cobrados por seus produtos e serviços. Porém, existem outros benefícios que podem ser obtidos com essa prática:

  • Foco nas áreas principais da empresa. Ao investir na terceirização de atividades secundárias, é possível focar nas áreas principais da empresa – aumentando a qualidade do produto ou serviço entregue ao cliente.
  • Menor necessidade de pessoal. Quando você terceiriza algumas atividades, precisa contratar menos funcionários para trabalhar na sua empresa – o que também gera uma redução de custos.
  • Redução da infraestrutura necessária. Com menos atividades ocorrendo internamente, é preciso que você invista em uma infraestrutura menos complexa.
  • Acesso a especialistas. Ao buscar bons parceiros de outsourcing, você pode ter acesso a especialistas em suas áreas – sem precisar investir na contratação desses profissionais.
  • Aumento da eficiência. Por fim, a eficiência das atividades terceirizadas pode aumentar quando elas são terceirizadas.

Como o outsourcing pode ser utilizado na área fiscal/financeira?

Uma das aplicações da terceirização de serviços é com o outsourcing fiscal. Nessa situação, as atividades relacionadas às finanças e contabilidade ficam nas mãos de uma companhia contratada com essa finalidade – diminuindo as responsabilidades internas da sua empresa.

Na prática, estamos falando sobre a possibilidade de terceirização de uma série de rotinas – que incluem:

  • Escrituração das notas físicas de entrada e saída
  • Rotinas relacionadas a folha de pagamento
  • Geração e validação de obrigações acessórias,
  • Apuração de impostos e contribuições periódicas
  • Entrega das obrigações aos órgãos governamentais
  • Escrituração dos Livros Fiscais
  • Realização do planejamento tributário
  • Controle do fluxo de caixa
  • Otimização das rotinas financeiras
Outsourcing
Business photo created by snowing – www.freepik.com

Desafios da área fiscal

O grande número de desafios da área fiscal é o grande motivo que leva as organizações a optar pelo outsourcing. Com toda a complexidade tributária no Brasil, seguir todas as obrigações impostas é uma tarefa desafiadora. Além disso, quando o compliance fiscal não é garantido, são muitas as consequências negativas que podem surgir.

Imagine uma empresa que investe na contratação de uma equipe interna, mas não consegue dar conta de todo o serviço necessário para cumprir as obrigações legais. Nesse caso, os custos podem ser muito elevados.

Ao investir no outsourcing fiscal, esse problema pode ser contornado. E se torna ainda mais eficiente reduzir custos e aumentar a eficiência com o auxílio de um RPA Fiscal – que é um grande aliado da terceirização.

O termo RPA (Robotic Process Automation) se refere à robotização de processos. Dentro da área fiscal, estamos falando sobre uma solução de automação que opera com softwares programados para executar tarefas manuais e repetitivas comuns desse departamento.

Dootax: uma solução RPA do tamanho das suas necessidades

A Dootax é uma solução RPA que oferece vários benefícios para o departamento fiscal. Ao explorar essa plataforma, é possível reproduzir as ações que uma pessoa executaria com perfeição sem a necessidade de intervenção humana – incluindo inserção de dados no sistema, preenchimento de informações em guias ou relatórios, realização de cálculos, recolhimento de tributos e muito mais.

Com base nessas funcionalidades, a solução da Dootax gera muitos benefícios dentro do departamento fiscal:

  1. Compliance fiscal
  2. Recursos humanos focados na estratégia
  3. Redução no tempo de execução de atividades
  4. Escalabilidade
  5. Pagamento através da plataforma do RPA Fiscal
  6. Cálculo automático de multa e juros
  7. Atendimento ágil à fiscalização
  8. Não requer instalação de softwares ou upgrades de sistemas existentes
  9. Integração com o ERP
  10. Fácil disseminação da informação

Você já conhecia os benefícios do outsourcing e de um RPA Fiscal? Quer descobrir mais sobre os recursos da solução Dootax? Entre em contato conosco e conheça nossos serviços.

Compartilhe
Avatar
Sobre o autor

Thiago Souza

Deixe uma resposta

Posts relacionados

BPO Financeiro e RPA Fiscal: será que minha companhia precisa?
BPO Financeiro e RPA Fiscal: será que minha companhia precisa?

O RPA e BPO Financeiro são duas soluções que estão ganhando popularidade dentro das empresas. Conheça mais as vantagens de cada um.

Maiores obstáculos da área tributária
Maiores obstáculos da área tributária

Quer conhecer os maiores obstáculos da área tributária e aprender como superá-los? Então confira mais um artigo no blog da Dootax.

Como emitir GNRE mais rápido?
Como emitir GNRE mais rápido?

Quer saber como emitir a GNRE (guia nacional de recolhimento de tributos estaduais) de uma maneira mais rápida? Confira este artigo.