Blog

Vantagens do Domicílio Tributário Eletrônico

Tempo de leitura: 3 minutos

As vantagens do Domicílio Tributário Eletrônico (DT-e) já são responsáveis por agilizar os processos de muitas empresas brasileiras. Com a modernização da comunicação entre o Fisco e o contribuinte, tornou-se possível reduzir drasticamente a burocracia e a lentidão.

Antes do surgimento do DT-e, as cartas registradas eram a única forma de recebimento de intimações pelo contribuinte. Mas com a modernização da comunicação, o contribuinte pode receber atos administrativos, encaminhamento de notificações e intimações, expedição de avisos gerais, protocolo de documentos, dentre outros serviços por meio de uma caixa postal disponível na internet.

Quer entender melhor todas as vantagens do Domicílio Tributário Eletrônico? Confira logo a seguir!

O que é o Domicílio Tributário Eletrônico?

O Domicílio Tributário Eletrônico surgiu para modernizar o processo administrativo fiscal, permitindo que a comunicação entre a Administração Tributária e o contribuinte ocorra em formato eletrônico. Na prática, trata-se de uma caixa postal disponibilizada em formato digital em que são postadas e armazenadas as correspondências de caráter oficial destinados ao contribuinte.

A intimação realizada através do DT-e pode ser realizada pelas Prefeituras, Secretarias de Fazenda Estaduais e Federal – com o uso de plataformas diferentes para cada uma dessas esferas. Para garantir o sigilo, a identificação, a autenticidade e a integridade das comunicações, o acesso à caixa postal eletrônica é permitida apenas para usuários autorizados e portadores de certificação digital.

O grande destaque do Domicílio Tributário Eletrônico é a possibilidade de receber notificações e intimações do poder público sem depender da comunicação via postal ou pessoal. Com isso, o fluxo de comunicação se torna mais ágil e eficiente.

Quais são as vantagens do Domicílio Tributário Eletrônico?

A Receita Federal destaca em sua página que, com a desburocratização, muitos serviços que antes, somente eram possíveis por atendimento presencial nas repartições, hoje com a funcionalidade do Domicílio Tributário Eletrônico, tornaram-se possíveis pela internet, sem a necessidade de deslocamento e pagamento de taxas.

Como consequência disso, são muitas as vantagens do Domicílio Tributário Eletrônico:

  • Possibilidade de cadastrar até três números de celulares e três endereços de e-mail para recebimento de avisos quando mensagens importantes forem gravadas na Caixa Postal – garantindo a no tempo de trâmite dos processos administrativos digitais;
  • Economia e celeridade processual;
  • Garantia quanto ao sigilo fiscal e total segurança contra o extravio de informações;
  • Acesso, na íntegra, a todos os processos digitais existentes em nome do contribuinte, em tramitação na RFB, na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais;
  • Redução dos custos da Administração Tributária com impressões de documentos e envio de correspondências pelos Correios.
Designed by slidesgo / Freepik

Como gerenciar o Domicílio Tributário Eletrônico?

A adesão ao DT-e é muito simples de ser feita: basta acessar a plataforma equivalente ao Domicílio Tributário Eletrônico de acordo com o estado ou município em que a organização está localizada.

Enquanto âmbito estadual e municipal o credenciamento é obrigatório, no âmbito federal essa adesão é facultativa – com uma ressalva: o contribuinte que acessa o portal e-CAC para utilizar determinados serviços de forma eletrônica passa a ser obrigado a usar o Domicílio Tributário Eletrônico.

Entretanto, mesmo com todas as vantagens do Domicílio Tributário Eletrônico, o gerenciamento dessa comunicação ainda pode ser um desafio – especialmente para quem tem muitos Domicílios Tributários Eletrônicos e precisa estar sempre atualizado com todas as notificações do governo.

Por isso, muitas empresas optam pelo uso de um sistema gerenciador de DT-e. Dessa forma, é possível centralizar o simplificar ainda mais a comunicação entre o Fisco e sua empresa.

DOOLivery Caixa Postal Fiscal: a solução para gerenciar DT-e

Você ficou interessado no uso de um sistema gerenciador de DT-e? Então precisa conhecer o DOOLivery Caixa Postal Fiscal.

Trata-se de uma solução de RPA que permite a centralização dos DT-e e simplificação do acesso entre o Fisco e o seu negócio.

Para quem tem muitos DT-es, estar atualizado com todas as notificações do governo é trabalhoso. Com o DOOLivery Caixa Postal Fiscal, sua empresa gerencia diversos domicílios tributários com organização, agilidade e segurança.

  • Receba alertas quando tiver notificações importantes.
  • Sem comunicações extraviadas.
  • Nunca mais perca um prazo das notificações do governo.

Pare de entrar em centenas de sites todos os dias. Estar atualizado ficou mais fácil! Amplie as vantagens do Domicílio Tributário Eletrônico com as funcionalidades do DOOLivery Caixa Postal Fiscal e agilize o trabalho do seu departamento fiscal!

Compartilhe
Avatar
Sobre o autor

Carlos Lima

Deixe uma resposta

Posts relacionados

IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados
IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados

Descubra a principais informações sobre o IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados.

Como emitir GNRE?
Como emitir GNRE?

Neste artigo vamos esclarecer como emitir GNRE de duas maneiras: da forma manual tradicional e com o uso de uma solução digital para automação do processo. Confira!

Automação ou Automatização?
Automação ou Automatização?

Todos sabemos quão extenso e complicado é o idioma Português. No dicionário Dicio Online, por exemplo, estão catalogados 400.000 palavras. Como o idioma está em constante atualização esse número tende a aumentar. Para comparação o idioma inglês tem mapeado 600.000 palavras no dicionário Oxford, o alemão possui 330.000. Se ficou curioso e quer ver mais sobre […]

Escritórios